Dicas de alimentação para desconfortos no estômago

Fonte Instituto RV – Karin Paciulo

Hoje vou falar um pouco sobre algo muito comum, que vejo com frequência em meu consultório com os pacientes. Muitas pessoas apresentam sintomas gástricos, desconfortos muito desagradáveis, que atrapalham a rotina do dia a dia.

Sintomas como:

  • Azia
  • Sensação de empachamento
  • Refluxo ou arrotos frequentes
  • Sensação de digestão lenta (ficar conversando com o alimento o dia todo)
  • Formação de gases
  • Náuseas
  • Inchaço abdominal (estômago “alto”)

Se você se identifica com a maior parte desses sintomas, você pode ter o que chamamos de ACLORIDRIA, ou seja, uma baixa produção de ácido clorídrico no estômago.
O ácido clorídrico, ou suco digestivo, é produzido pelo estômago, e é ele quem garante um meio ácido (o estômago tem que ter o meio ácido) para garantir a eliminação de microorganismos indesejáveis que entramos em contato via oral.
Além desse papel de “matar” microorganismos, o ácido clorídrico trás junto as enzimas digestivas, que fazem a digestão dos alimentos em especial das proteínas.
Se o estômago tem o que chamamos de ACLORIDRIA, além de permitir um ambiente favorável ao crescimento de bactérias (como a Helicobacter pylori por exemplo), a baixa quantidade de enzimas faz com que a digestão se torne completamente lenta. O alimento passa mais tempo parado no estômago do que deveria, por isso a sensação de ainda estar sentindo o almoço no jantar.
A digestão lenta causa fermentação, formação de gases, refluxo, etc. E a digestão adequada dos alimentos não acontece, prejudicando também o trabalho do intestino e absorção de nutrientes.

Dicas para auxiliar na melhora dos sintomas de acloridria:

  • Evite o consumo de alimentos e produtos industrializados, temperos prontos, etc
  • Não ingira líquidos junto com as refeições. Os líquidos diluem os sucos digestivos dificultando a digestão
  • Inclua ervas e temperos que ajudam na produção de ácido: alecrim, hortelã, coentro, pimentas etc.
  • Tome chás de ervas após as refeições para auxiliar na digestão: alecrim, sálvia, erva doce, hortelã, boldo, chá verde
  • Mastigue adequadamente os alimentos (aproximadamente de 20 a 30 vezes para cada garfada).
  • Evite bebidas alcoólicas e alimentos com cafeina, que são irritantes de mucosa gástrica
  • Inclua fibras e alimentos integrais. Eles auxiliam na melhora da digestão.
  • Coma 1 fatia de abacaxi ou mamão após as refeições. Essas frutas possuem enzimas digestivas, auxiliando na digestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *