Obesidade e a relação com dores da coluna vertebral!

Por Vinicius PaciuloInstituto RV

Foto: Você sabia que a obesidade é um dos fatores primários para dores na coluna?Alguns estudos demonstram a predisposição para o desenvolvimento de instabilidade na coluna e o aparecimento de alterações posturais nos obesos.Algumas características encontradas em pessoas obesas em relação à coluna vertebral:- Atraso na ativação de músculos estabilizadores da coluna;- Hiperlordose lombar;A perda da estabilidade da coluna vertebral, pode gerar sobrecarga ou estiramentos excessivos das estruturas passivas da coluna (discos intervertebrais e ligamentos).Com isso, o aparecimento de sintomas dolorosos para coluna vertebral.A estabilidade da coluna é feita por componentes passivos, ativos e o controle neuromuscular.Hoje sabemos que uma técnica conhecida como estabilização segmentar vertebral (E.S.V) é um método de melhora da “endurance” e trofismo de músculos locais (multifedos e transverso do abdômen), responsáveis pela estabilização da unidade vertebral. Portanto, técnica que pode ser utilizada na restauração do automatismo da musculatura.Entretanto outros músculos locais e globais com fascia toraco lombar, oblíquos, quadrado lombar, psoas maior auxiliam na estabilidade global e local da coluna, portanto músculos também de extrema importância, que devem participar de um programa de tratamento para pessoas obesas, que apresentam dores na coluna vertebral.Quer saber mais sobre toda proposta de tratamento. Acesse http://www.institutorv.com.br/rcv-reequilibrio-da-coluna-vertebral/Ligue 2091-1267!Fonte Instituto RVA obesidade, assim como o tabagismo e genética são fatores primários para desenvolvermos possíveis  problemas da coluna vertebral. Alguns estudos demonstram a predisposição para o desenvolvimento de instabilidade na coluna e o aparecimento de alterações posturais nos obesos.

Algumas características encontradas em pessoas obesas em relação à coluna vertebral:

– Atraso na ativação de músculos estabilizadores da coluna;
– Hiperlordose lombar;

A perda da estabilidade da coluna vertebral, pode gerar sobrecarga ou estiramentos excessivos das estruturas passivas da coluna (discos intervertebrais e ligamentos).Com isso, o aparecimento de sintomas dolorosos para coluna vertebral.

A estabilidade da coluna é feita por componentes passivos, ativos e o controle neuromuscular.

Hoje sabemos que uma técnica conhecida como estabilização segmentar vertebral (E.S.V) é um método de melhora da “endurance” e trofismo de músculos locais (multifedos e transverso do abdômen), responsáveis pela estabilização da unidade vertebral.

Portanto, técnica que pode ser utilizada na restauração do automatismo da musculatura.

Entretanto outros músculos locais e globais com fascia toraco lombar, oblíquos, quadrado lombar, psoas maior auxiliam na estabilidade global e local da coluna, portanto músculos também de extrema importância, que devem participar de um programa de tratamento para pessoas obesas, que apresentam dores na coluna vertebral.

Links relacionados: Obesidade, Nutrição Funcional, Tratamento para coluna vertebral 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *