Pilates para Bailarinos saiba mais da historia e os benefícios que o Pilates pode trazer para quem realiza Ballet.

Segundo o que se sabe sobre a história de Joseph Pilates, em 1926, ele se mudou para Nova York com sua mulher, Clara, e abriu um estúdio perto do New York City Ballet.

Aproveitando que muitos bailarinos ficaram interessados sobre o novo método, ele aprimorou o Pilates e adaptou alguns movimentos, com o objetivo de melhorar o desempenho dos profissionais e prevenir as lesões que eram mais comuns.

Os benefícios que o Pilates traz para os bailarinos são inúmeros, pois o método não tem impacto e associa o fortalecimento muscular com o ganho de flexibilidade corporal. Além de focar na fluidez e precisão dos movimentos, o que é de grande importância para qualquer apresentação do ballet.

A prática do Pilates requer também atenção à respiração e à postura correta. Desta forma, o praticante irá perceber o movimento e ter uma maior consciência de como ele deve ser executado, buscando uma maneira eficiente e segura.

Por ser um método que associa o corpo e a mente, o Pilates auxilia os bailarinos com uma melhora da consciência corporal, diminuindo assim o risco de lesões, fortalecendo os músculos estabilizadores da coluna e promovendo a economia de energia, garantindo que a musculatura correta trabalhe de forma eficiente.

A incorporação deste tipo de treinamento com a prática diária do ballet é uma ótima combinação para o treinamento dos bailarinos, pois compreende uma série de exercícios inteligentes trabalhando corpo e mente.

A prática regular garante força muscular, flexibilidade, bom alinhamento, controle, precisão e fluência dos movimentos.

A diferença no rendimento e no desenvolvimento da performance é percebida logo que o bailarino adere à prática. Portanto, a prática do método é uma ferramenta importante para manter o corpo flexível e tonificado.

 

Links relacionados: Pilates; Estabilidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *