Carboidratos do bem

 

Os carboidratos são sempre referenciados como bandidos: são de difícil digestão, engordam e devem ser eliminados da alimentação caso você queira emagrecer. Mas não é necessariamente ser assim.

Precisamos ingerir carboidratos. Eles fornecem energia para que nosso corpo desempenhe as mais variadas funções, sendo vital para nossa saúde. E pasmem: eles podem sim ajudar no emagrecimento, pois como a gordura do nosso corpo é nosso estoque de energia, se não consumirmos carboidratos, que também é energia, tenderemos a armazenar gordura para um momento de emergência – e em vez de perdermos o excesso de gordura, perderemos músculos.

Sabendo disso, o ideal é não exagerar e nos apegarmos aos carboidratos do bem. Existem basicamente duas categorias de carboidratos: simples e complexos. Os simples, conhecidos também como refinados, são os que encontramos com mais facilidade, processados, como nos compostos de farinha branca e arroz branco. Eles são mais facilmente transformados em açúcar, possuem alto índice glicêmico e têm rápida absorção.

Já os carboidratos complexos, que chamamos de carboidratos do bem, são absorvidos de forma mais lenta no corpo, possuem baixo índice glicêmico e, acreditem, ajudam até a prevenir acúmulo de gordura. Uma grande fonte de carboidratos complexos são os alimentos integrais.

Para que você escolha melhor seus alimentos, o Instituto RV preparou uma lista de carboidratos para você incluir no seu dia a dia. Mas lembre-se: uma refeição ideal terá 30% de proteínas, 25% de carboidratos e o restante em gordura, sempre adequando s necessidades do individuo.

Carboidratos do bem:

– pães integrais e farinha integral em geral

– arroz integral

– vegetais

– cereais (como quinoa, amaranto e aveia)

– milho

– batata doce

– mandioca

– mandioquinha

– cará

– inhame

– tapioca, sempre com adição de alguma fibra, por conta do índice glicêmico

– mel

– abóbora

Escolha seus preferidos e comece a comer melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *