Chega de contar calorias! É possível sim perder peso, usando os alimentos certos a seu favor!

por Dra. Karin Dantas Paciulo

Contar calorias é uma das estratégias mais utilizadas, na tentativa de perda de peso. Porém, hoje se sabe a partir de diversos estudos e pesquisas que, o mais importante não é a caloria que o alimento oferece, mas sim a função que ele exerce no organismo. Esse é o princípio da Nutrição Funcional, que trata o paciente com individualidade, considerando a interrelação metabólica de todos os órgãos, e se preocupando muito mais com o que o alimento oferece e faz pelo organismo do indivíduo, do que quantas calorias ele contém.

Diversos fatores são levados em consideração, na elaboração da dieta de um paciente. O índice glicêmico dos alimentos é um deles. Por exemplo, ao comermos alimentos que são de alto índice glicêmico, ou seja, alimentos de rápida absorção, que aumentam os níveis de glicose sanguínea rapidamente como os açúcares e farinhas refinadas, liberamos muita insulina em nosso organismo e por efeito rebote a essa liberação exacerbada do hormônio que capta a glicose, aumenta-se ainda mais a fome. Já os alimentos de baixo índice glicêmico, estimulam menos a insulina, retardam a fome, causando sensação de saciedade. É importante ressaltar que os alimentos devem ser escolhidos de acordo com o horário de ingestão. Ao aprendermos a controlar horários e escolher alimentos, o sucesso é garantido e a satisfação em perder peso de forma saudável chega rapidamente.

Não devemos nos basear apenas no valor calórico dos alimentos, mas sim na qualidade e quantidade de nutrientes, bem como no chamado “índice inflamatório” de cada alimento. A boa alimentação favorece o metabolismo, o sono, a regularidade do intestino e controla o excesso de radicais livres (moléculas responsáveis pelo processo de envelhecimento) produzidos. Os alimentos vão além da nutrição e se tornam aliados na batalha contra doenças inflamatórias e distúrbios estéticos.

A introdução de alimentos funcionais na dieta diária é uma excelente pedida para quem quer emagrecer de forma saudável. Alimentos como chá verde, alho, aveia, cebola, brócolis, couve-flor, repolho, cacau, semente de linhaça, peixes, sementes oleaginosas, ervas em geral e tomate são exemplos de alimentos com substâncias bioativas que tem baixo índice glicêmico, são antioxidantes e ainda atuam na modulação do processo inflamatório, causado pelo tecido adiposo.

Portanto, é possível reduzirmos medidas e peso diminuindo o índice glicêmico de nossa dieta, e para saber como introduzir esta conduta em nossa alimentação diária, é interessante realizar um acompanhamento com um profissional nutricionista, que saberá qual a melhor conduta para a perda de peso consciente.

 

Clique aqui e saiba mais sobre nutrição funcional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *