Diferença entre membros: causas funcionais e estruturais e a importância das palmilhas

É relativamente comum nos depararmos com pacientes com a queixa de uma das pernas ser menor do que a outra em tamanho. De modo geral, as alterações são pequenas e não causam grande impacto, mas existem aquelas que chegam a acarretar dores e desalinhamento na coluna, gerando desconforto principalmente para quem tem uma vida ativa e/ou pratica esportes.

A causa dessa diferença entre membros inferiores pode ser estrutural, quando os ossos forem desiguais em tamanho (por conta de alterações congênitas ou genéticas, traumas e fraturas) ou funcional, se algum desalinhamento for responsável pela diferença (como nas diferenças nos joelhos e tornozelos, nas musculaturas com densidades diferentes ou uma escoliose, por exemplo).

As regiões que mais sofrem com a diferença entre membros são a lombar, os pés, joelhos, quadris e a coluna em geral. Em casos onde a diferença entre as pernas é muito grande, um médico ortopedista poderá optar por cirurgia corretiva para amenizar a diferença – são poucos esses casos, geralmente realizados ainda na fase infantil. Em geral, adaptações nos calçados são necessárias para compensar a diferença, assim como acompanhamento fisioterapêutico.

Para tratar esses casos de diferenças entre membros inferiores, o Instituto RV conta com uma área especial de desenvolvimento de palmilhas posturais e ortopédicas, feitas sob medida e produzidas com tecnologia 3D, o que torna seu processo de criação muito mais personalizado, eficaz e com muito mais recursos.

Conheça a área de confecção de palmilhas em Perdizes! Confira outros endereços de nossas unidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *