Dor nas costas? A fisioterapia, sozinha, pode ser a solução

Você sabia que a fisioterapia é, na grande maioria das vezes, um tratamento para dor nas costas autossustentável?

Problemas na coluna não devem ser limitadores. Eles não condenam ninguém a sentir dor para o resto da vida; não condenam nem mesmo à necessidade de medicamentos e muito menos à cirurgia. Hoje, já existem tratamentos não invasivos que proporcionam a melhora total em diversos casos de dor na coluna; cerca 90% dos casos podem ser resolvidos apenas com fisioterapia.

No entanto, antes de procurar por um tratamento conservador, muitos pacientes optam por consultar-se com um médico, realizar exames de imagens e tomar medicação, sem passar pela avaliação de um fisioterapeuta. Acredita-se que essa abordagem é muitas vezes ineficaz, e foi a responsável por ter enviado diversas pessoas à cirurgia desnecessariamente.

Em um livro chamado “Transforming Health Care”, de Charles Keney, que conta a busca do Virginia Mason Medical Center, um hospital de Seattle, pela experiência médica perfeita, foi constatado que o paciente com dor na coluna espera até um mês para tomar a decisão de buscar ajuda. Quando decide, vai a um ortopedista, que o encaminha a um especialista em coluna. Este, por sua vez, solicita exames de imagens – que depois de realizados, em 90% dos casos não demonstram algo grave, e sendo assim, é encaminhado para o fisioterapeuta. Isso culmina no gasto desnecessário de milhares de dólares.

O mesmo acontece aqui no Brasil. A abordagem ideal para a dor nas costas seria: o paciente procura por um fisioterapeuta, que inicia imediatamente um tratamento conservador baseado em testes clínicos e funcionais. Se ele apresentar características de doenças graves (o fisioterapeuta consegue fazer essa identificação), é encaminhado para especialistas. Se não, já estará realizando o tratamento ideal. Simples e eficaz.

Tendo a autossustentabilidade como premissa, e ainda objetivando um tratamento rápido, acessível e, principalmente, definitivo, o Instituto RV desenvolveu o RCV – Reequilíbrio da Coluna Vertebral, que tem como finalidade o alívio da dor e a independência do paciente em longo prazo por meio da educação pós tratamento. O RCV permite que o paciente volte a desempenhar rapidamente suas atividades diárias, se movimentando de forma segura e sem prejudicar sua lesão, pois ele não leva em consideração somente o alívio  da dor, mas também a restauração da função – além de proporcionar mecanismos para que o paciente se autotrate em casa, para evitar reincidência.

Ficou interessado e quer conhecer mais sobre o tratamento autossustentável do Instituto RV? Acesse a página do RCV e leia mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *