Hérnia de Disco – ela vai me incapacitar?

É muito comum um paciente receber um diagnóstico de hérnia de disco e se preocupar demasiadamente. Afinal, o mito sobre ela, como sendo uma doença incapacitante, é grande. Mas o fato é que 80% das pessoas irão sentir dor lombar em algum momento da vida. E dentro dessa estatística, a hérnia de disco é um dos motivos mais comuns.

Caracterizada por uma lesão nos discos da coluna vertebral, seus principais sintomas são dor aguda, que muitas vezes acompanha irradiação para os membros superiores ou inferiores, com ou sem formigamento, fraqueza muscular, dificuldade de locomoção e incapacidade temporária. No entanto, existem pessoas com a patologia que não experimentam dor de forma alguma.

O fato é que, receber o diagnóstico de hérnia de disco não condena ninguém a sentir dor para o resto da vida; não condena nem mesmo à cirurgia. Hoje, existem tratamentos não invasivos com melhora total em mais de 90% dos casos.

Iniciar o tratamento com métodos conservadores e medicação é o mais indicado pela medicina atual. A fisioterapia é fundamental para a melhora, e deve ser baseada em exercícios específicos para restaurar o funcionamento da coluna vertebral e de sua musculatura adjacente.

Nada adianta utilizar artifícios, como eletrochoques, ultrassom e ondas curtas, se eles não forem acompanhados de exercícios específicos. Acredita-se que esse método ineficaz foi o responsável por ter enviado diversas pessoas à cirurgia desnecessariamente”, comenta Rodrigo Garcia, diretor clínico do Instituto RV, ao relatar que, nesse método, mesmo após a cirurgia, pacientes continuavam com dor, pois apesar da lesão do disco ter sido retirada, a cirurgia não é capaz de restaurar a funcionalidade da coluna. Para isso, é necessário um programa específico de tratamento para restauração da função de movimentação.

Há sim tratamento para a hérnia de disco, e ele não precisa ser cirúrgico. No entanto, é necessário que seja baseado, também, na alteração do movimento e na função da coluna, não somente na questão tecidual da lesão.

Você sabia?

Que o Instituto RV desenvolveu um tratamento exclusivo para eliminar dores na coluna, sem necessidade de encaminhamento médico, e que ainda dá independência ao paciente no pós tratamento? Saiba mais sobre o RCV – Reequilíbrio da Coluna Vertebral aqui (link para a página de RCV).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *