Padrão de corrida seguro

Fonte Instituto RV – Vinicius Paciulo

O padrão biomecânico para uma corrida segura só é conquistado com muito treinamento e persistência. As técnicas ineficazes de corrida aumentam o índice de lesões diminuindo a longevidade da pratica esportiva. Além disso, comprometem a performance gerado pelo elevado custo energético.

Alguns estudos mostram, que a pisada em retro pé com o apoio a frente do centro de gravidade são técnicas ineficazes, devido às alterações biomecânicas  proporcionadas por esse gesto esportivo. Vejam algumas alterações:

– Aumenta a fase de desaceleração;

– Aumenta a força de impacto;

– Aumento do tempo de contato no solo;

– Aumento do trabalho dos músculos de membros superiores;

– Aumento a rotação vertebral ;

– Aumenta o deslocamento vertical;

– Diminui atividade de propulsão;

– Gera instabilidade e desalinhamento biomecânico;

– Diminui a frequência do passo.

Portanto, os treinamentos com a supervisão de profissionais capacitados tem a finalidade de diminuir o índice de lesões, proporcionando assim, um melhor alinhamento dinâmico do corpo durante a corrida. Existem meios através de analises de vídeos e planilhas de treinamento para diminuir as forças de impacto através de uma pisada mais leve com aumento da cadencia. Alguns artigos não demonstram uma relação entre as lesões e as diferenças biomecânicas encontradas entre as pisadas de retro pé, médio e ante pé.

(2008 Tseh;2000 DeWit;2005 Divert;2004 Arendse;2005 Dallam;1997 Milani; 1996 Henning)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *