SAIBA MAIS SOBRE DOR LOMBAR!

15 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE DOR LOMBAR!

 

Man is touching the lower back, pain in the kidney, black and white image, pain area of red color

 

A dor lombar é considerada atualmente um caso de saúde pública. É tão prevalente que gera custos maiores do que o tratamento de diabetes e câncer juntos em alguns países.

Muito se fala sobre a dor lombar mas será que tudo que circula por ai é verdade? Vamos saber o que a ciência diz sobre essa condição

  1. A DOR LOMBAR É COMUM E NORMAL: quando estamos com dor lombar, deveríamos pensar igual ao momento em que ficamos cansados ou tristes, em algum ponto das nossas vidas isso pode acontecer. O que não é normal é não se recuperar dela!
    Na dor lombar aguda por exemplo, nas duas primeiras semanas as pessoas se recuperam muito bem e 85% delas se recuperam completamente dentro de 3 meses ou menos!
  2. EXAMES DE IMAGEM SÃO RARAMENTE NECESSÁRIOS: A maioria dos profissionais da saúde já consideram o exame de imagem já no primeiro momento, no entanto, somente uma pequena parte da população irá apresentar algo grave na coluna (menos que 5% apresentam alterações graves).
  3. A INTERPRETAÇÃO DO EXAME DE IMAGEM DEVE SER CAUTELOSA: Muitos pacientes chegam à clínica com vários exames e com muitas informações equivocadas sobre a sua dor nas costas! Você sabia que 52% dos pacientes tem protusão discal? 28% tem hérnia de disco? E o melhor de tudo, esses pacientes NÃO TEM DOR, isso mesmo, eles são assintomáticos, as evidências mostram que existem vários casos de alterações nos exames mas que o paciente está sem dor!
  4. A DOR LOMBAR NÃO É CAUSADA POR ALGO QUE ESTEJA FORA DO LUGAR: Muitas pessoas associam a dor nas costas com algo que esteja fora do lugar, mas isso não existe, sua coluna está em seu devido local, portanto, SEM PÂNICO pois sua dor pode aumentar!
  5. O REPOUSO NA CAMA NÃO É ÚTIL: Nos primeiros dias de dor na coluna assim como outros lugares do corpo, o repouso pode trazer um certo alívio na dor, mas existe uma forte evidência de que o paciente com dor lombar deve se expor gradualmente à suas atividades diárias como trabalho e lazer, fazendo isso ela estará se recuperando mais rápido e evitando maiores incapacidades a longo prazo, acredite, SE MOVIMENTAR É SEGURO EM PACIENTES COM DOR LOMBAR!
  6. MAIS DOR NÃO SIGNIFICA MAIS DANO: Não é porque você tem mais dor que o seu problemas é mais sério, muitas coisas influenciam o aumento da dor no indivíduo, por exemplo, pacientes que tem medo do movimento, que tem depressão ou que tiveram experiências ruins com tratamentos ineficazes(e são muitos) geralmente sentem mais dor, simplesmente porque o sistema nervoso central (SNC) criou uma imagem negativa desse problema, aumentando assim a percepção da dor pelo paciente….mas isso fica para um próximo post 🙂
  7. A CIRURGIA É RARAMENTE NECESSÁRIA: Menos de 5% dos pacientes precisam passar por cirurgia da coluna, o simples fato de se permanecer ativo e ser informado sobre a educação em dor já trará grandes resultados e melhora do quadro!
  8. MOCHILA PARA CRIANÇA É SEGURO: Muitos acreditam que o peso da mochila usada pela criança poderá causar dor lombar, mas existem estudos mostrando que o peso das mochilas não tem relação com a dor, a prevalência é a mesma, o que acontece é a relação que os pais fazem da mochila com a suposta dor nas costas da criança, lembrando que falo de uma mochila normal, com alguns livros e o lanche!
  9. A POSTURA SENTADA PERFEITA PODE NÃO EXISTIR: Sim….a postura sentada “correta” pode não previner a dor nas costas, os estudos mostram que as pessoas com dor podem até piorar estando na postura “reta” ou “perfeita”. Portanto, o mais indicado é você ficar numa postura que você se sinta bem e confortável, claro que um ajuste ergonômico aqui ou ali é bem vindo, mas nada daquela postura reta, ninguém consegue ficar nela por muito tempo, o mais importante é ter a capacidade de mudar constantemente sua postura, evitar ficar sentado estático por muitas horas….NÃO EXISTE POSTURA “ERRADA” E SIM O QUANTO TEMPO VOCÊ FICA NELA!
  10. “ESTICAR E DOBRAR A COLUNA É SEGURO”: Claro que temos raras exceções em que “dobrar ou esticar” a coluna seria prejudicial no início, mas em 95% dos casos você pode fazer isso seguramente, claro que com a ajuda de um profissional bem preparado, para expor o paciente gradativamente a esses movimentos.
  11. EVITAR ATIVIDADES E REALIZAR MOVIMENTOS CUIDADOSOS NÃO AJUDAM À LONGO PRAZO: O ideal é tentar não mudar sua rotina e a forma de se movimentar, mas sabe-se que a maioria das pessoas adotam posturas antálgicas, de proteção em relação a dor, e isso à longo prazo traz mais incapacidade!
  12. PERDER SONO PIORA SUA DOR NAS COSTAS: Sim…se você não dorme bem sua dor tende a ficar pior!
  13. ESTRESSE, MAU HUMOR E PREOCUPAÇÃO INFLUENCIAM NA DOR LOMBAR: Se você se encontra de mau humor, preocupado, está ansioso ou em um estado deprimido, você provavelmente sentirá mais dor, pois esses fatores fazem você somatizar a dor lombar, em outras palavras, uma dor que seria 5 numa escala de 0 à 10, passa a ser 8.
  14. EXERCÍCIO É BOM E SEGURO: Se tem uma coisa que ajuda no tratamento da dor lombar é permanecer ATIVO!
  15. A DOR LOMBAR PERSISTENTE PODE FICAR MELHOR: O ideal é procurar o profissional que tenha essa linha de pensamento em relação à dor lombar, e que leve em consideração as características de cada um, CADA CASO É UM CASO, mas seguindo e entendendo essas dicas já é meio caminho andado

Texto escrito por Mary O’kneef, Kieran O’Sollivan e Derek Griffin e adaptado, resumido e traduzido pelo Fisioteraeuta Ronaldo Oliveira.

Saiba mais sobre o tratamento que o Instituto RV utiliza para a dor lombar.

4 comentários sobre “SAIBA MAIS SOBRE DOR LOMBAR!

  • Boa noite faz algum tempo (meses) que sinto dores do lado direto na região dos glúteos, isto me incomoda ao andar e ao dormir sinto muita dor. Fui ao médico do SUS passaram remédios mas ñ resolveu. Estou aguardando uma consulta no ortopedista meu número de espera é 256 o que devo fazer obrigada

    • Izilda, como a dor não é constante pode ser que a dor esteja relacionada a uma alteração mecânica que é a dor em determinados movimentos ou posturas prolongadas. A dor mecânica melhora com exercícios específicos e dificilmente passa apenas com medicação. Aconselhamos procurar um fisioterapeuta especialista em coluna.

    • Maria, 97% das dores de coluna aliviam com um bom programa de fisioterapia utilizando exercícios específicos. Procure um fisioterapeuta especializado que ele poderá ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *