O pilates facilita o processo de respiração

Fonte Revista Pilates 

Veja como o Pilates pode influenciar na estrutura do sistema ventilatório:

O sistema ventilatório é formado por bombas e tubos que levam o oxigênio e retiram o gás carbônico dos pulmões, de uma maneira mais eficiente possível.

A ventilação pulmonar é um processo realizado pelo sistema nervoso, por meio de estruturas centrais e periféricas, atendendo as necessidades do organismo, com a expansão e a retração da caixa torácica e pulmões, com a troca gasosa, (absorção do oxigênio e a eliminação do gás carbônico).

Em condições normais este processo é espontâneo. É importante manter o tempo inspiratório adequado para garantir o volume de expiração, freqüência respiratória e manutenção da abertura dos alvéolos.

Por isso a grande importância de respirar apropriadamente durante uma sessão de Pilates, e porque não durante toda sua rotina de vida diária?

Elementos do sistema ventilatório:

  1. Diafragma:É a principal bomba que funciona como um gerador de força.
  2. Músculos intercostais e acessórios:desempenham um pequeno papel na expansão da caixa torácica durante a respiração. Estabilizam as costelas para que não sejam sugadas pela pressão gerada pela descida do diafragma.
  3. Vias aéreas:possuem resistência significativa durante a inspiração e maior ainda durante a expiração.
  4. Músculos abdominais:auxiliam na expiração, quando necessário, por contração ativa.
  5. Elementos elásticos:parede torácica, diafragma, abdome e tecido pulmonar, que dão menos força quando alongados, durante a inspiração, e mais força para expulsar o ar, durante a expiração.

Ciclo ventilatório e a influencia do Princípio da Respiração no Pilates: 

Um ciclo ventilatório é composto de uma fase inspiratória (tempo inspiratório) seguida de uma fase expiratória (tempo expiratório).

O método resgata a importância da respiração. Devido à vida diária agitada, a maioria das pessoas passam a respirar mais rápido e de forma incompleta, ou seja, o ar não chega a atingir a parte inferior do pulmão, região onde as trocas de oxigênio são mais eficientes, isso explica o fato de inspirarmos pelo nariz e expirarmos pela boca (facilitando a ação dos músculos respiratórios como citado acima).

A respiração profunda na medida em que a ansiedade é reduzida, gera diminuição de dor muscular e aumento do rendimento em qualquer atividade física. Claro que não podemos esquecer-nos dos outros Princípios do Pilates, o praticante deve incorporar todos eles de forma global.

Links relacionados: Pilates RV

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *