Epicondilite conheça sinais e sintomas e tratamento dessa lesão.Alguns estudos demonstram, que exercícios com contração excêntrica ajuda na melhora da remodelação do colágeno.

Foto: EPICONDILITE (COTOVELO DE TENISTA/GOLFISTA)Originalmente, Epicondilite é o termo utilizado para a tendinite dos extensores ou flexores do punho e dedos.Quando a lesão é lateral o principal musculo envolvido são o extensor radial curto do carpo e, em menor grau, a porção ântero-medial do extensor comum dos dedos. Se medial, a lesão pode ser encontrada tanto na origem do pronador redondo como no flexor radial do carpo.Sua origem são micro lesões na origem da musculatura do antebraço gerando dor e desconforto principalmente durante movimentação podendo ou não haver limitação de movimentos e edema local. Supõe-se que a epicondilite lateral seja uma degeneração do tecido conjuntivo no qual varios musculos se originam de um pequeno ponto ósseo.Em vários estudos não foram encontrados evidências de processo inflamatório.Proposta de Tratamento do Instituto RV:- Terapia Manual- Kinesio Taping- Agulhamento a Seco- Compex Wirelles- Exercicios Proprioceptivos para retorno as atividades diárias, ocupacionais e esportivas- Cinesioterapia com enfase em exercicios excentricos (melhor remodelagem do colageno). Os ultimos estudos demonstram que esse tipo de contração é a melhor para a recuperação da epicondilite.Venha ao instituto Rv! marque uma avaliação. Ligue 2091-1267!Fonte Instituto RV

Por Instituto RV Rodrigo Garcia

Originalmente, Epicondilite é o termo utilizado para a tendinite dos extensores ou flexores do punho e dedos.

Quando a lesão é lateral o principal músculo envolvido são o extensor radial curto do carpo e, em menor grau, a porção Antero-medial do extensor comum dos dedos. Se medial, a lesão pode ser encontrada tanto na origem do pronador redondo como no flexor radial do carpo.

Sua origem são micro lesões na origem da musculatura do antebraço gerando dor e desconforto principalmente durante movimentação podendo ou não haver limitação de movimentos e edema local. Supõe-se que a epicondilite lateral seja uma degeneração do tecido conjuntivo no qual vários músculos se originam de um pequeno ponto ósseo.

Em vários estudos não foram encontrados evidências de processo inflamatório.

Proposta de Tratamento do Instituto RV:

– Terapia Manual

– Kinesio Taping

– Agulhamento a Seco

– Compex Wirelles

– Exercicios Proprioceptivos para retorno as atividades diárias, ocupacionais e esportivas

– Cinesioterapia com enfase em exercicios excentricos (melhor remodelagem do colageno). Os ultimos estudos demonstram que esse tipo de contração é a melhor para a recuperação da epicondilite.

Links Relacionados: Fisioterapia, Lesão de Manguito Rotador, Capsulite adesiva de ombro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *