Pilates e gravidez

Pilates para gestantes.

A gravidez é um momento especial na vida das mulheres que vem acompanhado de mudanças e alterações emocionais, psicológicas e físicas. Durante esse período a gestante deve cuidar do corpo e da mente preparando-se para todas as modificações que acontecerão ao longo das 40 semanas gestacionais.

Diversos estudos têm demonstrado os verdadeiros benefícios do exercício físico para gestantes, porém, tendo em vista às mudanças pelas quais a mulher passa durante esse período é necessário elaborar um programa de treinamento levando em conta suas necessidades, promovendo assim a sua segurança e a do feto. Seguindo essa tendência, uma das técnicas que tem sido bastante recomendada é o Método Pilates.

O Método Pilates tem efeitos positivos quando utilizado em gestantes.  De acordo com Balogh A., autor do artigo “Pilates e gravidez“, “estas (as mulheres grávidas) buscam o método devido à leveza dos movimentos, e através dele obtêm relaxamento e aumento na abertura da caixa torácica, devido à respiração. Além disso, por trabalhar a musculatura abdominal e do assoalho pélvico, há prevenção da diástase abdominal e da incontinência urinária”.

Outra das inúmeras vantagens da prática do Método Pilates durante e após o período gestacional está relacionado à recuperação pós-parto, pois os exercícios praticados contribuem para prevenir e/ou corrigir o descontrole da musculatura do assoalho pélvico.

Os músculos abdominais, dorsais e da região lombo-pélvica também são reforçados, assim como a musculatura dos membros superiores (braços) que irão facilitar a vida da gestante na hora de amamentar e carregar o bebê, diminuindo assim, o estresse dos músculos do pescoço e da região cervical.

É importante ressaltar que deve haver a liberação médica para a prática de atividades físicas na gestação, incluindo o Método Pilates. Os exercícios podem ter início a partir das primeiras semanas de gestação podendo ser praticados até o momento em que a gestante se sentir bem e apta à prática de exercícios.

Enfim, a prática de Pilates durante a gestação favorece e acelera o retorno da mulher para suas atividades de vida diária. É essencial lembrar que toda sessão deve ser acompanhada por um profissional especializado no Método, e que conheça as principais necessidades, contraindicações e cuidados no trabalho com gestantes.

Fonte: Instituto Rv – Dra. Vanessa Maresca 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *