Coluna sem dor com movimento!

Por Instituto RV Vinicius Paciulo

Pesquisas mostram, que o disco vertebral consiste de material cartilaginoso de textura firme, que desenvolve rachaduras  nos estágios iniciais de vida ( a partir da segunda década de vida). Essas rachaduras permitem, que os fragmentos do material do disco se des

shutterstock_85695514-1

 

loquem para parte posterior da unidade vertebral, gerando assim uma obstrução de movimento e dor, portanto um movimento adequado e bem orientado, pode ser a solução para casos de pacientes  que apresentam obstrução discal com sintomas de dor com inicio nas costas e pernas (dores irradiadas).

O disco por se tratar de uma estrutura cartilaginosa sofre deformações com o passar do tempo, consequentemente a sua permeabilidade fica afetada gerando em muitos casos dor imposta por aumento da pressão ou contato de estruturas inervadas (borda do disco ou raízes nervosas) dependendo do deslocamento do seu núcleo pulposo.

A centralização caso ocorra em pacientes com dores irradias em braços e pernas, que seria o “movimento da dor ” para uma localização mais central (em direção da coluna), é um bom sinal. Se você em geral sentia dor longe da coluna e ela migra novamente para próximo da coluna, é um sinal, que o exercício está correto e é adequado para seu caso.Hoje vários estudos comprovam, que existem formas de saber se determinado exercício ou movimento está sendo feito de forma correta e na direção certa.

Links relacionados: Dor de coluna, tratamento para coluna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *