fbpx

Cefaleia tensional

A Cefaleia tensional é queixa frequente nos consultórios médicos. Atinge principalmente mulheres e está relacionada com a tensão excessiva da musculatura do pescoço.

Cefaleia tensional

Medicamentos nem sempre é a melhor opção já que a origem da dor pode ser mecânica, causada na maioria das vezes por má postura, estresse e ansiedade, depressão e até uma “mal jeito” no pescoço.

É muito comum em mídias de TV e rádio vermos e escutarmos comerciais de remédios para dor de cabeça. Em sua composição sempre há parecetamol, cafeína entre outros. De fato é um analgésico, e pode até aliviar sua dor parcialmente.

Contudo a dor de cabeça é só um sintoma e por trás desse sintoma provavelmente existem sinais que ajudariam a identificar a origem dessa dor e nem sempre a medicação vai ser indicada nesses casos.

Existem diferentes tipos de dor de cabeça. A Fisioterapia vai atuar em algumas delas como a a cefaleia tensional, as cefaleias cervicogências, que tem origem na coluna cervical e em alguns casos na cefaleia onde os distúrbios temporomandibulares (DTMs) são os causas de dor de cabeça.

Nas primeiras vértebras cervicais saem ramificações nervosas que inervam parte de nossa cabeça, além de uma fina camada de tecido neural, chamado mecano-receptores neurais, também tem sua direção para cabeça; qualquer que seja a alteração, como rigidez e falta de elasticidade desses tecidos é possível que a dor vá para a cabeça do indivíduo.

Na questão da articulação temporomandibular é simples; temos dois principais músculos da mastigação, um deles é mais forte, e atua mais do que o outro, quando esse primeiro fadiga, ou está fraco o segundo fica sobrecarregado, pelo fato dele estar localizada nas laterais de nosso crânio essa fadiga gera dor de cabeça, resultando em uma enxaqueca incessante e de difícil diagnóstico.

Sofre com dores de cabeça e ainda não achou uma solução? Marque uma consulta com um dos profissionais do Instituto RV.

Encontre a unidade do Instituto RV mais próxima de você.

Cefaleia tensional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo