Dor Anterior do Joelho

dor anterior do joelho é uma deficiência comum que afeta um em cada quatro indivíduos da população em geral em atividades e baixo impacto como caminhar, correr, saltar, subir escadas, sentar por um período prolongado e agachar. É também a lesão mais comum por overusse no membro inferior. Por ano mais de 2,5 milhões de corredores são diagnosticados com síndrome de dor Patelo-Femoral.

 

dor-anterior-do-joelho

Ela é causada por uma variedade de fatores incluindo a mecânica anormal dos membros inferiores, insuficiência do vasto medial oblíquo, fraqueza dos músculos do quadril, estreitamento das estruturas laterais, atividades físicas impróprias ou desarranjos intra-articulares que bloqueiam os movimentos de flexão e extensão. A condição se desenvolve gradualmente e é caracterizada por uma dor difusa na área da patela. A dor é um fator significante pois ela irá alterar as funções e inibir a atividade muscular.

Proposta de Tratamento do Instituto RV:

  • Analgesia com Compex Wirelles;
  • Kinesio Taping vem se mostrando um ótimo recurso para alivio de dor através do alinhamento patelar durante as atividades;
  • Exercícios específicos para abolição dos sintomas
  • Exercícios proprioceptivos para restauração da função e retorno as atividades
  • Exercícios de controle motor para estabilização do joelho

Vários estudos tem demonstrado que a cinesioterapia deve variar de acordo com a disfunção que o paciente apresenta. Por ser uma lesão de várias etiologias o fisioterapeuta experiente saberá focar o tratamento para as diferentes causas usando recursos para cada sub-grupo como restauração da mecânica articular (muitos pacientes possuem bloqueios de movimento), fortalecimento dos músculos do quadril e coxa, alinhamento patelar e controle motor dinâmico, além do uso de palmilhas proprioceptivas que melhoram o funcionamento dos membros inferiores.

No Instituto RV as sessões de fisioterapia são feitas individualmente o que aumenta a eficácia do tratamento e reduz o número de sessões.

 

Continue lendo as patologias ortopédicas mais comuns:

Rolar para o topo