fbpx

Não alongue durante a dor ciática

Com certeza você já viu, em algum lugar, pacientes com dor no nervo ciático alongando sua perna como na cena abaixo certo?

Não alongue durante a dor ciática

Por mais difícil que pareça, esse tipo de alongamento em pacientes que possuem dor ciática é totalmente contra indicado.

Mas porque não alongar na dor ciática?

Novamente é estranho ler ou ouvir isso, mas alongamento não trata nem previne lesões. Acredite, não há evidências científicas que alongar, seja na dor ciática ou qualquer outra dor, traga benefícios ao tratamento.

Agora a pergunta é: a dor ciática pode piorar com alongamento? SIM!

O alongamento é destinado para o músculo, não para o nervo, entretanto quando esticamos nossos segmentos e afastamos suas origens o nervo também é “esticado” e isso pode provocar dor. Quanto mais dor provocada, mais nosso sistema nervoso vai ser bagunçado com essa informação.

Então, porque provocar dor se podemos aliviá-la?

Outro ponto importante é que normalmente o alongamento que prescrevem para dores ciáticas é o da cadeia posterior (como o da imagem acima). Nesse alongamento o indivíduo flexiona a coluna lombar, o que em muitos casos não é indicado.

Não procure vídeos milagrosos na internet e nem repita tratamento anteriores ou de outras pessoas. Cada um tem sua dor e deve ser avaliado por um fisioterapeuta para ser abordado de forma segura e menos dolorosa!

Sofre com dor ciática? O tratamento pode ser mais simples do que imagina.

O Instituto RV elaborou um tratamento não cirúrgico para dores nas costas e ciático em 2010 e já ajudou mais de 7 mil pacientes a se livrarem da dor.

O RCV é:

  • Rápido (são programas de no máximo 10 sessões)
  • Individual (1 fisioterapeuta por paciente)
  • Cientificamente comprovado (baseado em evidências científicas)
  • Feito através de exercícios específicos e técnicas de mobilização (choquinhos, infravermelho e outros aparelhos são ineficazes no combate a dor)

São 6 unidades de atendimento em Moema, Tatuapé, Santana, Morumbi e Saúde – Ipiranga e Perdizes.

Não alongue durante a dor ciática

4 pensou em “Não alongue durante a dor ciática

    1. Boa tarde Jorge.

      Não trabalhamos com convênio. Nosso programa de tratamento é bem diferente do que o convênio utiliza e isso acaba inviabilizando o atendimento pelas operadoras de saúde.

      Caso seu convênio tenha reembolso, podemos emitir a nota e relatório. Se não tiver reembolso, ligue 2091-1267 e confira nossos valores. O programa de tratamento é rápido e acessível.

      Att, Equipe RV

  1. Não estou de acordo. Tanto que entrei até achar como dar meu testemunho. Sou uma mulher ativa. Aposentada desde os 60 anos e ainda trabalho até hj. Hoje com 73 anos só não estou indo para o escritório mas continuo aqui em home office. Faço musculação desde que eu tinha 57 anos. Por acaso acabei a pouco de fazer meu treino diário. Eu o faço de 2a até 6a, e em primeiro lugar faço alongamento. Tenho uma excelente abertura de pernas e faço além dessa maneira que está na foto, levo a perna totalmente para o lado. Enfim, x em qdo se sinto dor no ciático por dirigir por muito tempo ou algum peso a mais que não acertei bem a coluna faço alongamento. Hoje por exemplo estou sem dor, mas alongo. E x em qdo faço acupuntura. Não estou desacreditando no tratamento aqui mencionado. Quero reiterar que vale a pena sim e até acredito que o que oferecem aqui tbém deve funcionar, mas eu não diria NUNCA alongue. Obrigada pelo espaço Att: Malu

    1. Olá Malu, obrigado por nos visitar e deixar seu comentário. Esperamos que você aproveite o conteúdo que preparamos para que todos saibam uma pouco mais sobre dor nas costas e outras lesões músculo esqueléticas.

      O que relatamos nesse artigo é o que as últimas pesquisas científicas mostram sobre o manejo de pacientes com dor ciática.

      Durante a crise ciática, o nervo fica extremamente sensível e não suporta grandes tensões. O tratamento preconizado atualmente é tentar diminuir essas sensibilidade para que a movimentação e “elasticidade” do nervo seja restaurada, permitindo a movimentação livre do membro inferior. Sabemos que durante a maioria dos alongamentos, a tensão é aumentada muito além da capacidade do nervo sensibilizado em seu trajeto, aumentando assim sua irritabilidade e dor.

      Existem outros recursos mais eficazes que recuperam o “comprimento” do nervo, sem gerar grandes tensões e sem aumentar a dor.

      É claro que, algumas pessoas com maior flexibilidade e características individuais específicas irão alongar durante a crise e não vão ter seus sintomas piorados. Você provavelmente pertence q esse grupo mas infelizmente a maioria vai piorar. Utilizamos o alongamento por anos mas acompanhamos a evolução da ciência e quando as evidências mostram que determinado procedimento pode piorar o quadro clínico da maioria dos pacientes somos obrigados a adequar nossas condutas.

      O objetivo do post é falar de um crença comum entre as pessoas e alertar que um procedimento simples pode não ser indicado em uma determinada situação.

      Sobre seu caso em específico, se te faz bem, mantenha! O que preconizamos para manter a saúde da coluna você já faz: Exercícios! Mantenha sua rotina de exercícios e se mantenha ativa. Isso é a melhor forma de prevenir dores nas costas.

      Ficamos felizes com seu comentário e estamos a disposição para o que for preciso!

      Att, Equipe RV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo