São Paulo
(11) 2091-1267
Demais Localidades
0800-494-8888

Destrave-se! a vida esta no movimento.

RPG - Reeducação Postural Global

A RPG (Reeducação Postural Global) é um tratamento individual, criado em 1980 por Phillippe Souchard, onde o fisioterapeuta utiliza um conjunto de manobras específicas para melhorar dores e desequilíbrios posturais. As manobras e posturas possuem uma sequência de progressão e cada indivíduo progride de uma forma. A RPG é dos recursos utilizados pelo Instituto RV no tratamento de escoliose.

RPG

Na RPG, acredita-se que o sistema muscular seja global, e seu funcionamento interligado. Um trauma no quadril, por exemplo, pode gerar uma curvatura patológica na coluna, como a escoliose. Isso aconteceria por compensações de movimentos, contraturas musculares e hiperatividade de determinados grupos musculares que ocorrem após um trauma. Além disso, posturas adotadas no trabalho poderiam acarretar desequilíbrios pela hiper utilização de alguns grupos musculares, quando outros estão em constante relaxamento; isso ainda desencadearia alterações posturais e, consequentemente, dor.

A RPG diminui a dor ao mesmo tempo que melhora sua postura.

A RPG tenta, por meio de uma avaliação sistemática da postura, ativar o que está relaxado e diminuir a atividade dos grupos musculares mais exigidos ao realizar as tarefas do dia a dia, reequilibrando novamente a postura e aliviando dores tencionais. É principalmente indicada em processos de dor como lombalgia, cervicalgia, dores de cabeça e as alterações posturais como escoliose, hiperlordose e pé desabado, entre outras.

Com o avanço das pesquisas, o Instituto RV utiliza, juntamente à RPG, diferentes técnicas como Iso-Stretching, Mckenzie, Estabilização Segmentar Vertebral e os conceituados Exercícios Específicos para ESCOLIOSE, proporcionando assim uma melhora mais rápida do paciente

Nossos profissionais são todos especializados em coluna o que facilita na hora da avaliação da dor e também na prescrição dos melhores exercícios.

AGENDE SUA CONSULTA

"Atendimento Individual. Tratamento Rápido e Efetivo."

São Paulo CapitalDemais Localidades

Escoliose e Coletes 3D

Com diferentes tipos e graus, a escoliose é uma curvatura tridimensional patológica da coluna vertebral. A Escoliose mais comum é a escoliose idiopática (sem causa aparente). 

A gravidade dessa lesão vai variar de acordo com o ângulo da curvatura e da idade do paciente. Enquanto alguns casos nem precisam de tratamento, outros podem evoluir para cirurgia.

As causas são diversas:

  • traumas na infância, 
  • discrepância de membros inferiores, 
  • alterações neuromusculares, 
  • problemas genéticos entre outros. 


As intervenções para tratar a escoliose possuem 3 níveis de intervenção, do mais invasivo para o menos invasivo, essas intervenções dependem do grau de escoliose, são elas:

Fisioterapia (10° à 25° graus):

Nesse caso o fisioterapeuta intervirá com uma série de exercícios científicos para escoliose. Esses exercícios são aprovados pela comunidade internacional de tratamento de escoliose

Coletes (25° à 45° graus):

Indicado para crianças e adolescentes ajuda a prevenir o crescimento da curva. É necessário sempre o acompanhamento com exercícios de fisioterapia para adaptação do colete e como coadjuvante no processo

Cirurgia (acima de 45° – 50°):

Indicado para crianças e adultos que apresentam sintomas relacionados à escoliose e/ou incapacidade. A ciência recomenda a cirurgia como última opção.

A decisão do tratamento das curvas escolióticas devem ser tomadas através da equipe multidisciplinar e do provedor de reabilitação, ou seja, o Fisioterapeuta.

Os estudos tem mostrado uma superioridade do colete Rigo Chêneau 3D em relação aos outros coletes disponíveis no mercado e a indicação desse tipo de recurso tem que ser feita de forma bem específica para que traga benéficos reais para as crianças e adolescentes.

Um estudo publicado numa das mais respeitadas revistas científicas do mundo verificou o efeito desse colete na escoliose idiopática juvenil.

Foram separados 242 pacientes entre 10 e 15 anos com curvas escolióticas entre 20 e 40 graus.

NO GRUPO DO COLETE, foi observado quem em 70% dos pacientes a progressão para grandes deformidades foi interrompida. Pouco menos de 30% dos pacientes evoluíram para cirurgia. NO GRUPO SEM COLETE, apenas 20% dos pacientes tiveram a interrupção na progressão da curva e mais de 50% evoluíram para cirurgia.

procurando tratamento para escoliose?

O Instituto RV possui Pofissionais Especializados. Fale com nossa Central de Atendimento Agora.